segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

VAMOS NO CAMINHO CERTO! (SERÁ???)

Com mais de um estado sob ação intensa de grupos armados (de 6a. feira até hoje, temos mais de 60 mortos no estado do Espírito Santo, vários ataques e tiroteios na zona oeste e comunidades pobres do Rio de Janeiro e necessidade de tropas federais em Porto Alegre), o atual Ministro da Justiça e responsável máximo pelas forças policiais federais, Alexandre de Moraes, filiado ao PSDB, partido de direita aliado a Temer, é indicado para assumir uma vaga na mais alta corte brasileira, o STF - Supremo Tribunal Federal. Que beleza essa nossa meritocracia! Elogiado pelo porta-voz da república por ter um currículo 'consistente com a vaga de ministro' de nossa mais alta corte, esse senhor advogou para a facção criminosa conhecida como PCC - Primeiro Comando da Capital - que em 2014 provocou inúmeras mortes na capital paulista e em várias outras cidades daquele estado. Comandado desde penitenciárias, o tal comando só cessou os ataques após entrar em acordo com o governo do estado, chefiado por políticos do PSDB. Fatos semelhantes ocorreram recentemente no norte e nordeste do país (Pará, Roraima, Rio Grande do Norte e Paraná), com rebeliões de presos e muitos mortos. Incapaz de controlar a situação, o ministro Alexandre de Moraes prometeu enviar o exército para cuidar do caso. Os policiais do Espírito Santo, tanto civis como militares, acusam o governo - do PMDB, de Temer - de não lhes dar reajuste há sete anos. Críticos da indicação de Alexandre de Moraes falam em 'aparelhamento do Estado e do STF', já que a mais alta corte deveria ter juízes razoavelmente isentos e sem filiação partidária direta, além do perfil acadêmico recomendável. Enfim, como diz Alexandre de Moraes, agora ministro do STF, está 'tudo sob controle' ... e como diz Temer, 'vamos no caminho certo!'.

Flávio B. Prieto da Silva

Obs.: PMDB e PSDB governam hoje o Brasil, após o golpe de estado contra Dilma.


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário