segunda-feira, 31 de março de 2014

FIM DE SEMANA FELIZ


 
Como posso alegrar meu fim de semana? Ocupar outro território? Não, isso é fácil demais. Bombardear civis palestinos novamente? Isso!!! Sou um gênio!!!!!!

Eu deveria ser elogiado e admirado! Não é fácil ser primeiro ministro.

FAZER DISCURSO RADICAL É FÁCIL!

QUEM CRITICA OS OUTROS COM RADICALIDADE DEVERIA AO MENOS CUMPRIR O QUE PREGA!

quarta-feira, 26 de março de 2014

VIOLÊNCIA É SEMPRE ERRO OU PRETEXTO ...

               Nas manifestações ocorridas a partir de junho de 2013 no Brasil, presenciamos a prática habitual de vários atos que, mais que antissociais, constituem delitos tipificados pelo Código Penal brasileiro. Os que cometiam tais atos ironizavam a alcunha de 'vândalos' ou 'desordeiros', tentando justificar tais atitudes em nome do direito à livre manifestação (previsto apenas, na CF/88, para as de caráter pacífico) e como suposta reação à violência do Estado, ou de modo mais específico, à violência policial. Vivemos em época de vigência de liberdades democráticas, portanto, a forma legítima de se questionar essa suposta violência não seria por via de outras violências e delitos. Mais que isso: provocar a autoridade constituída para que seja obrigada a reagir com força extrema é uma espécie de arapuca e subterfúgio, já que na hora que isso de fato acontece o provocador ou agressor vira, de maneira mágica, vítima, ou vitimiza alguém no processo. Em um momento no qual o Judiciário, Ministério Público e a OAB, além de outras instituições públicas e civis, atuam de forma livre e o exercício do direito de expressão não está restrito, não cabe tentar burlar as leis para provocar um estado de insegurança generalizada - a exemplo do que está sendo feito pela direita venezuelana contra o presidente eleito Maduro. Como bem colocado em uma postagem dos apoiadores de Maduro e da ordem institucional no país, "O teu direito a protestar termina onde começa meu direito à paz".

            A paz e ordem públicas são  importantes bens jurídicos, também protegidos por lei. Quem fala em nome de direitos (à Saúde, Educação, Transparência Pública e Mobilidade Urbana, por exemplo) não pode impedir ou estorvar os direitos alheios, também coletivos. Manifestações com bloqueio de ruas e estradas, atos de destruição de patrimônio público e privado, agressões a agentes da lei e até incêndios são visivelmente ilegais e injustificáveis, pois geralmente são meros pretextos e a lei deve valer para todos. A tese de que 'quanto mais violência, melhor' ou que 'contra a violência, mais violência' não só é falsa, como cínica. Violência é sempre pretexto ou erro. Se dizem que não se pode imputar penalidades a uma mera 'tática' ou a multidões, pode-se fazê-lo aos indivíduos que a praticam e as compõem. Não se trata de tentar compreender os fatos do presente só com as lentes do passado e sim de, conhecendo e entendendo o passado, compreender como chegamos aqui e o que pode ser feito para construirmos um futuro melhor. Nenhum futuro ou mundo melhor será construído a partir de atos violentos 'a priori', mesmo que como uma suposta reação a outros erros alheios.

Código Penal

Dano

Art. 163 - Destruir, inutilizar ou deteriorar coisa alheia:

Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.

Dano Qualificado


I - com violência à pessoa ou grave ameaça;

II - com emprego de substância inflamável ou explosiva, se o fato não constitui crime mais grave;

III - contra o patrimônio da União, Estado, Município, empresa concessionária de serviços públicos ou sociedade de economia mista;

IV - por motivo egoístico ou com prejuízo considerável para a vítima:

Pena - detenção, de 6 (seis) meses a 3 (três) anos, e multa, além da pena correspondente à violência.

Dano em Coisa de Valor Artístico, Arqueológico ou Histórico

Art. 165 - Destruir, inutilizar ou deteriorar coisa tombada pela autoridade competente em virtude de valor artístico, arqueológico ou histórico:

Pena - detenção, de 6 (seis) meses a 2 (dois) anos, e multa.



Paralisação de Trabalho de Interesse Coletivo
Art. 201 - Participar de suspensão ou abandono coletivo de trabalho, provocando a interrupção de obra pública ou serviço de interesse coletivo:
Pena - detenção, de 6 (seis) meses a 2 (dois) anos, e multa.

Incêndio

Art. 250
- Causar incêndio, expondo a perigo a vida, a integridade física ou o patrimônio de outrem:



Pena

- reclusão, de 3 (três) a 6 (seis) anos, e multa.
 Aumento de Pena
§ 1º - As penas aumentam-se de um terço:
b) em edifício público ou destinado a uso público ou a obra de assistência social ou de cultura;
c) em embarcação, aeronave, comboio ou veículo de transporte coletivo;
d) em estação ferroviária ou aeródromo;
Desacato
Art. 331 - Desacatar funcionário público no exercício da função ou em razão dela:

Pena- detenção, de 6 (seis) meses a 2 (dois) anos, ou multa.





terça-feira, 25 de março de 2014

EXPLICA AÍ, ABESTADO!!!

AÇÕES DA PETROBRÁS VOLTAM A SUBIR: O TUCANATO SE DESESPERA E EXIGE CPI!  
(Obs.: para eles o interesse nacional está abaixo do interesse dos acionistas e estes, abaixo do interesse dos políticos tucanos em tentar afundar novamente a empresa)

quinta-feira, 20 de março de 2014

COXINHISMO É LIXO ... OU ENFERMIDADE!

'DIREITISMO' E 'ANTICOMUNISMO' SÃO DOENÇAS PSÍQUICAS BASTANTE SEVERAS!

(Obs: imagem modificada de postagem anticomunista achada  em vários portais da direita brasileira coxinha.  Há dezenas!!!)

quarta-feira, 19 de março de 2014

COXINHAS - SING ALONG!!!

COXINHAS

Coxinhas são reaças
Coxinhas são trapaças
Coxinhas são violentos
Coxinhas são sangrentos
Coxinhas são hipócritas
Coxinhas são intrépidos
Coxinhas são incertos
Coxinhas não gostam de portões fechados ...


Coxinhas usam bombas
Coxinhas nascem barbies
Coxinhas têm gurus
Coxinhas são espertos
Coxinhas são secretos
Coxinhas são tão trágicos
Coxinhas são tão rasos
Coxinhas têm ódio de homens fardados ...


Coxinhas param carros
Coxinhas tiram sarros
Coxinhas vandalizam
Coxinhas barbarizam
Coxinhas infernizam

Coxinhas são caras tão incisivos ...
Coxinhas depredam os coletivos ...
Coxinhas são tipos incendiários ...

Coxinhas trabalham por seus salários ...


Coxinhas são tipos incendiários ...
Coxinhas trabalham por seus salários ...


QUALQUER SEMELHANÇA ...
 

 



terça-feira, 18 de março de 2014

segunda-feira, 10 de março de 2014

DIREITO À PAZ ...

Na Venezuela, como no Brasil ...

É CLARO QUE VAI TER CHURRASCO!


VIVA: VAI TER CHURRASCO E VAI TER COPA!!! (F.Prieto)

Imagine a seguinte situação: o conselho de condôminos de um conjunto residencial resolve, após aprovação em assembleia geral, conforme obriga o estatuto condominial, organizar um churrasco para dali a seis meses nas dependências comuns do condomínio construídas para isso. Várias semanas depois, um grupo de condôminos descontentes resolve se rebelar e começa a gritar que 'Não vai ter churrasco!' já que a prioridade, segundo eles, seria a limpeza da caixa d'água e a recuperação das lixeiras e dos jardins (itens também contemplados na mais recente e em outras assembleias anteriores, inclusive). Mesmo sendo informados de que o churrasco, na verdade, seria um momento de confraternização entre os condôminos, seus familiares e visitantes, arrecadando também verbas mediante cobrança de ingressos, as quais servirão para pagar o próprio evento e a reforma da churrasqueira - prevendo ainda um lucro de 200% a ser revertido em favor do próprio condomínio - assim mesmo, os opositores ao churrasco retrucam que são vegetarianos e que churrascos geram fumaça e barulho e devem ser impedidos de acontecer a todo custo. A coisa se complica quando, insuflados pelos três principais opositores à atual administração eleita, um ex-síndico e outros dois que gostariam de ser síndicos mas nunca obtiveram os votos necessários, associados a gente de outros condomínios, é criado um 'movimento anti-churrasco' ecumênico, que logo vira uma espécie de intifada feroz, com uso de megafones, cartazes e marchas condomínio adentro, depredação de canteiros e lixeiras, luminárias e postes, tentativas de ataque à própria churrasqueira, às caixas de correspondência e até à sala de reuniões de condôminos, além dos filhos de alguns ativistas revoltosos acamparem em frente à casa do subsíndico por vários dias para fiscalizar cada ato de sua vida, hostilizando-o e a seus amigos e familiares com base no suposto direito irrestrito de livre manifestação ... sendo o último passo da ‘luta’, tentar montar brigadas e barricadas contra o citado churrasco.

Claro, isso é uma mera analogia pois cidades e países não são simples condomínios e prefeitos, governadores e presidentes(as) não são meros síndicos. Mas serve para mostrar o absurdo que é algo que começa como um movimento reivindicatório retardado e por uma via inadequada - já que a Copa deveria ter sido questionada quando se soube que ocorreria aqui, por meio de um pedido de referendo ou consulta popular - e logo se torna um pretexto desonesto para tentar derrubar, por meio de protestos acirrados e atos extra-legais de grupos minoritários, uma administração eleita pelas vias normais previstas nos estatutos do país. Nenhum partido assumiu publicamente essa oposição à Copa com todas as letras desde o início, ou na última eleição presidencial, e nem quando seria possível questioná-la pelas vias legalmente previstas. Tentar impedir ou estorvar sua realização agora, além de ilegítimo e ilegal, chega a ser burrice e contrassenso, pois é jogar no lixo parte dos investimentos realizados e comprometer a possibilidade de retornos – parcela expressiva dos quais, reitero, serviria exatamente para atender a várias das demandas dos ‘condôminos revoltosos’. E, diga-se a verdade: os cerca de 1% ou 2% que chegaram a participar efetivamente de atos contra a Copa ou contra o governo que aceitou que ela se realizasse aqui também não representam os outros 99% ou 98% da população que não se manifestaram. Por isso, também me acho no direito de declarar: - Vai ter Churrasco sim! (ou melhor: - Vai ter Copa! E vai ser muito legal!!!).
* Obs.: dos lucros previstos com a realização da Copa do Mundo de Futebol de 2014, calcula-se que cerca de 60 bilhões fiquem em impostos, para serem investidos onde precisarmos ou desejarmos.

#VAI TER COPA E VAI SER LEGAL!!!

PRA QUEM NÃO SABE, INCITAÇÃO À VIOLÊNCIA E FORMAÇÃO DE MILÍCIA SÃO CRIMES PREVISTOS NO CÓDIGO PENAL.

quinta-feira, 6 de março de 2014

quarta-feira, 5 de março de 2014

E VOCÊ PENSOU MESMO QUE ERA POR SAÚDE E EDUCAÇÃO???

SE ERA CONTRA QUALQUER EVENTO COM SUBVENÇÃO PÚBLICA, COMO É QUE NÃO HOUVE PROTESTOS NO CARNAVAL E NO RÉVEILLON?
                 HUM, ENTENDI: A PARADA É POLÍTICA E É SÓ CONTRA A COPA!!!

sábado, 1 de março de 2014

CRIMES IMPROVÁVEIS E PENAS ARBITRÁRIAS

 AGORA É MODA, ACUSAR SEM PROVAS ...


 











































   CONDENAR SEM EVIDÊNCIAS ...

   E JUDICIALIZAR VINGANÇAS.
 
  (MAS TEM DEPUTADA DO PSOL QUE ACHA NORMAL E APOIA ISSO!)