domingo, 27 de outubro de 2013

OS BLACK BLOCS DO TWITTER

OS BLACK BLOCS DO TWITTER
             Mantenho com meus próprios esforços esse humilde blog, o qual, com ajuda de alguns amigos espontâneos que o divulgam, obtém uma frequência mensal média de 3 mil leituras, aproximadamente. Não é muito se comparado aos blogs maiores, mas, assim mesmo, é uma quantidade expressiva de pessoas que mensalmente acessam a página em busca de minhas toscas interpretações da realidade, seja pela via textual, seja por via de colagens e montagens de minha autoria. Uma das formas que encontrei de divulgar meu blog foi o Twitter, após criar um perfil hoje suspenso de nome ‘Ubiraci Pinheiro’. Ubiraci, fiquei sabendo depois, significa ‘madeira boa’ – o que muito me alegrou. A intuição do nome me veio a partir da noção de que um apelido (ou ‘nick’) em uma rede social não teria necessariamente que reproduzir meu nome verdadeiro, mas poderia ser um nome qualquer bem popular, comum, bem brasileiro.
          Qual não foi minha surpresa quando, após tentar algum diálogo via Twitter (antes usado só para divulgar o blog) com pessoas da chamada esquerda emergente, passei a ter o perfil suspenso sistematicamente. Logo notei que qualquer ‘nick’ que usasse seria inútil, já que a divulgação do meu blog ali me identificaria. Notei também que a tentativa de me anular no Twitter não era uma coisa momentânea: após três avisos de algum abuso não especificado, a conta é suspensa definitivamente. Tentei um novo perfil e segui nova tática de não interagir diretamente com quem fosse de outros campos políticos, mas o fato de interagir com pessoas amigas que têm suas contas monitoradas pela galera dessa militância emergente acaba fazendo com que meu blog apareça na TL deles, ou que de algum modo descubram que continuei a divulgá-lo, só que usando um novo perfil. Depois do terceiro e quarto perfis me dei conta de que a coisa era e é pessoal: cada perfil que eu crio, após adicionar umas 30/50 pessoas do mesmo campo político ideológico que eu para dar divulgação, logo que promovo meu blog o perfil é denunciado e sou suspenso. O Twitter até tem um formulário para a pessoa apelar, o qual parece não servir de nada já que a conta continua suspensa e nem te dizem quem foi que solicitou a suspensão da mesma, o que é desleal.
         Como vejo que outros usuários divulgam normalmente seus blogs e matérias em geral ali, calculo, com alto grau de certeza, que quem pede o cancelamento é alguém que não gosta do que lê ou vê em meu blog e que tem medo da pluralidade de opiniões e pontos de vista políticos. O que mais me assombra é que, tendo em vista o fato do meu perfil de Twitter - e consequentemente o espaço para divulgar meu blog ali - terem começado a ser atacados só após tentar dialogar diretamente com o pessoal dessa esquerda dita emergente mais radicalizado, é que justamente eles são os que na rede se queixam de falta de democracia, monopólios da mídia, visão única, etc., eles que falam em democracia direta não serem capazes de conviver com ela em um espaço tão trivial e múltiplo como uma rede de Twitter. Explico que meu blog não é subvencionado e que não sou filiado a partido, embora me situe voluntariamente no campo de apoio ao PT, na atualidade.
           Que pensam fazer agindo assim? Pensam estar empreendendo alguma guerrilha virtual necessária e eficaz? Enganam-se. Meu blog continuará e seguirei montando tantos perfis quantos forem bloqueados ou suspensos + 20. Continuarei a divulgar meu blog no Twitter, mesmo que sigam pedindo para o Twitter suspender as contas usando para isso denúncias de Spam ou de outras violações possíveis. Despeço-me aqui também do saudoso perfil 'CubaMarti', que muito me alegrava também. Sempre que virem meu blog divulgado podem saber: sou eu mesmo. E saberão também que em breve o perfil será suspenso, mas que seguirei em frente ...
Flávio B.Prieto da Silva

2 comentários:

  1. Isso aí, camarada! Não vamos arregar pra direita! Seu blog é leitura obrigatória pra mim e pra muitos outros! As suas "toscas interpretações da realidade" motivam centenas (quem sabe milhares) de pessoas a pensar e interpretar o mundo que vivemos de maneira crítica e inteligente. Grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Victor, por suas palavras encorajadoras. Nesse caso, não sei se quem derruba meu perfil é da direita mesmo ou de uma esquerda emergente radicalizada, mas como em muitos momentos agem 'JUNTOS', não importa.
      Abraço!

      Excluir

PENSANDO O BRASIL DEMOCRÁTICO - MESA DE DEBATES

Divulguem e compareçam! Vai ser legal!!!