segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

E O BRASIL ... REALMENTE MUDOU?

Temos lido, desde o início do julgamento da AP470 - safada e malandramente declarada 'encerrada' pelo atual presidente do STF e relator da ação, ministro Joaquim Barbosa - clamores de que os réus daquele processo fossem arrastados algemados pelas ruas e exibidos como animais acuados após serem enjaulados. Tais clamores partiram, desde o princípio, das hostes mais radicais da direita brasileira, incluindo grupos de militares e ex-militares pertencentes à 'ala dura' do regime civil-militar que impôs seu jugo à nação por vinte anos seguidos, e de seus sócios e apoiadores civis. Desses, e de uma mídia alinhada ao que existe de mais retrógrado e conservador em política, veio a campanha externada primeiro timidamente via e-mails, ganhando depois espaço em blogs de direita e culminando com manchetes e charges sardônicas nos principais meios do país, invocando claramente tais desejos e possibilidades.

Estes mesmos senhores e senhoras que dizem representar a ética e que clamam por uma espécie de 'justiçamento' dos condenados por um tribunal pleno de arbítrio são os que bateram palmas a cada decisão arbitrária tomada no curso do referido julgamento, deram força total a governos neoliberais que leiloaram os principais ativos do país, bem como se omitiram ou apoiaram os atos de arbítrio dos que antes dominaram a nação pelo poder do capital e dos fuzis - e agora, ainda, a dominam com maior abundância de recursos, inclusive midiáticos e paralegais. Falam, talvez, em nome de supostas liberdades, mas agem lado a lado com o arbítrio mal disfarçado inclusive no ato de declarar um julgamento do qual ainda cabem vários tipos de recursos como ‘encerrado’. Direita e esquerda não existem mais? Será mesmo? Algo realmente mudou? Os mesmos meios que no período ditatorial apresentavam as vítimas da repressão estampadas em suas páginas, mortas ou algemadas, atribuindo-lhes a alcunha de 'terroristas', agora esperam ansiosamente poder mostrá-las subjugadas por algemas ou atrás de grades, com a insígnia de 'corruptos' colada no peito ou na testa - sendo que para pelo menos dois dos réus, tais fatos se repetem e acumulam: algo mudou de fato no Brasil? ...

Flávio B.Prieto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

TRIBUTE TO CARLA SÁ FERNANDES - TAPETE VIRTUAL

Autoria das pinturas: Carla Sá Fernandes